quinta-feira, 29 de março de 2012

Vida

Depois de algum longo tempo volto a publicar no Blog. O motivo? Devaneios.
Há um ano de regresso à Nova Friburgo/RJ ainda não consegui me adaptar a este estilo de vida. Tudo rotineiro e monótono, e definitivamente, essa não é a vida que escolhi para mim.
Não desmerecendo a cidade, pois Friburgo é linda, mas este não é o meu lugar.
Hoje, enquanto eu estava no banho fiquei lembrando de momentos em que vivi neste lugar, momentos bons mas que não voltam mais. Pessoas que passaram de algum modo pela minha vida e se foram, e cá estou... Com 25 anos de idade, eu pude vivenciar vários acontecimentos - que nem sempre foram positivos - mas que fizeram parte da minha história de vida e que ficarão marcados em mim enquanto vida eu tiver. E foi nesta linha de pensamento que me encontrei ou me perdi.
Percebi que tudo de emocionante que eu poderia viver eu já vivi, cheguei ao topo de momentos felizes e ao fundo de grandes tristezas e decepções. Percebi que minha existência neste "Universo de possibilidades" já não faz mais sentido, pois como já disse, eu acredito que já vivi tudo o que eu poderia viver.
Se algo melhor não faz parte da minha vida hoje é por minha incapacidade de conquistá-las, de viver de fato uma vida sadia mesmo com toda a saúde que tenho. Se algo melhor ainda não chegou, sinceramente, eu estou cansada de esperar que chegue.
O que está em questão aqui e creio que seja o maior problema é que estou cansada de acordar todos os dias e continuar fazendo parte da humanidade, estou cansada de continuar a viver, estou cansada de acordar todos os dias e ver as mesmas pessoas, vivenciar as mesmas coisas, sentir as mesmas sensações de angústia e medo, pois tenho certeza de que algo melhor não vai chegar tão cedo mas o pior está prestes a bater na minha porta. Estou com medo... medo de viver... medo de enfrentar o meu medo... e agindo assim como uma completa covarde, mas que seja! É o que tenho para o momento.

Nenhum comentário: